Vínculo com a igreja:

Recado ao leitor:

Receba atualizações em seu e-mail!

Vídeo do mês:

jesusnafamilia no WhatsApp:

jesusnafamilia no WhatsApp:

domingo, 13 de março de 2011

“Minha esposa não é submissa” (Parte 03)

Queixa: “Minha esposa não é submissa”

Palavra: "A cabeça de todo homem é o Cristo" 1º Coríntios 11:3


O marido que acha que sua esposa não é submissa deveria primeiro ver se está disposto a ser submisso ao seu Cabeça, Jesus Cristo. O marido pode demonstrar sua submissão por seguir o exemplo de Jesus. O apóstolo Paulo escreveu: "Vós, maridos, amai vossa mulher, como também o Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela" Efésios 5:25. Jesus não "dominava" os seus discípulos (Marcos 10:42-44). Ele dava aos seus seguidores orientações claras e os corrigia quando necessário. Mas nunca era duro com eles. Tratava-os com bondade e levava em conta suas limitações (Mateus 11:29-30; Marcos 6:30-31; 14:37-38).
O marido precisa se perguntar: "Será que o modo como encaro a chefia e as mulheres em geral é influenciado mais pelos costumes locais do que pelos conselhos e exemplos da Bíblia?" O que você pensaria, por exemplo, de uma mulher que, de maneira firme, mas respeitosa, discordasse de seu marido e expressasse uma opinião diferente? Na Bíblia, Sara, esposa de Abraão, é considerada um modelo de esposa submissa (1º Pedro 3:6). No entanto, ela falava o que pensava quando necessário, como na ocasião em que Abraão despercebeu alguns perigos que ameaçavam sua família (Gênesis 16:5; 21:9-12).
Fica claro que Abraão não intimidava Sara, fazendo com que ela tivesse medo de se expressar. Ele não era um tirano. Da mesma, maneira, o marido que segue os conselhos da Bíblia não intimida sua esposa, exigindo que ela se sujeite a todos os seus caprichos. Ele conquistará o respeito dela por exercer a chefia de forma bondosa.

Exemplos: James, que mora na Inglaterra e é casado há oito anos, diz: "Estou aprendendo a não tomar decisões importantes sem consultar minha esposa. Tento não pensar só em mim. Procuro colocar as necessidades dela à frente das minhas.”

George mora nos Estados Unidos e é casado há 59 anos. Ele diz: "Sempre procurei tratar minha esposa como uma companheira inteligente e capaz, não como alguém inferior." (Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de rubins. (Provérbios 31:10)

jesusnafamilia.blogspot.com

Um comentário:

  1. "Sempre procurei tratar minha esposa como uma companheira inteligente e capaz"
    Isso soa estranho. Parece que a pobre esposa é meio tapada, mas o marido (muito generoso) a trata "como" uma pessoa inteligente e capaz...

    Não seria mais interessante se ele dissesse "Minha esposa É inteligente e capaz, por isso a respeito e a admiro?".

    ResponderExcluir