Vínculo com a igreja:

Recado ao leitor:

Vídeo do mês:

jesusnafamilia no WhatsApp:

jesusnafamilia no WhatsApp:

Receba atualizações em seu e-mail!

terça-feira, 14 de junho de 2011

Queixa: "Não agüento mais! Meu conjugue me irrita muito"

Bíblia: "Continuai a suporta-vos uns aos outros e a perdoa-vos uns aos outros liberalmente, se alguém tiver razão para queixa contra o outro." Colossenses 3:13
 

Durante o namoro, provavelmente você se concentrava tanto nas boas qualidades de seu prospectivo conjugue que quase não notava suas falhas. E hoje, consegue fazer o mesmo? Sem dúvida seu conjugue lhe dá motivos reais para queixa. No entanto, pergunta-se: - Vou me concentrar em quê? Nas qualidades ou nos defeitos dele?

Jesus usou uma ilustração marcante para mostrar a necessidade de desconsiderar as falhas de outros. Ele perguntou: “Por que olhas para o argueiro no olho do teu irmão, mas não tomas em consideração a trave no teu próprio olho?” (Mateus 7:5). Um argueiro pode ser um mero cisco. Por outro lado, uma trave é uma viga comprida usada para segurar o telhado de uma casa. Daí ele concluiu: “Tira primeiro a trave do teu próprio olho, e depois verás claramente como tirar o argueiro do olho do teu irmão.” (Mateus 7:5).



Jesus iniciou essa ilustração de uma forma que dá o que pensar. Ele disse:”Parai de julgar, para que não sejais julgados; pois, com o julgamento com que julgais, vós sereis julgados.” (Mateus 7:1-2). Se você quer que Deus desconsidere suas falhas – a trave no seu olho – é bom que você também desconsidere as falhas de seu conjugue (Mateus 6: 14-15).


Nenhum comentário:

Postar um comentário